quinta-feira, 15 de março de 2012

Entendendo a "Celulite"

A lipodistrofia ginóide, ou comumente chamada de celulite, é uma condição cutânea muito comum em mulheres na idade pós-adolescência, sendo considerado que aproximadamente 85% das mulheres dessa faixa etária têm celulite. A pele afetada é caracterizada por uma aparência “ondulada”, ou de “casca de laranja”. Tendo uma prevalência tão alta, alguns autores consideram a celulite um aspecto normal da pele das mulheres maduras, enquanto outros a consideram uma patologia.

Origem da Celulite

Atualmente, não existe um consenso sobre a origem e os aspectos básicos da sua classificação histopatológica. Segundo Terranova et al., há três principais teorias sobre a etiopatogênese de celulite:
  1. De acordo com a primeira, a celulite é um edema do tecido conjutivo que acumula uma quantidade significativa da água, sendo causada, primeiramente, pelo acúmulo de proteoglicanos na matriz extracelular. Segundo os autores dessa teoria, maior hidrofilia do tecido leva ao edema crônico que pode resultar em fibrose.
Clinics vol.63 no.4 São Paulo 2008
  1. A segunda teoria considera as alterações microcirculatórias que envolvem a compressão dos sistemas venoso e linfático como a principal causa de celulite. Essas alterações estão correlacionadas com adiposidade, pois a análise histológica da fase inicial da celulite tem demonstrado adipócitos de formas e tamanhos diferentes correlacionados a edemas e dilatação dos vasos linfáticos. Rossi e Vergnanini (2000) reportaram que nas áreas afetadas pela celulite o fluxo sanguíneo é reduzido em 35%.
Clinics vol.63 no.4 São Paulo 2008
  1. A terceira hipótese é focada nas particularidades da estrutura do tecido subcutâneo das mulheres. Estudos realizados no Laboratory of Human Behavior and Metabolism, Rockefeller University (Nova Iorque, Estado Unidos) demonstraram que as mulheres apresentam um modelo difuso de um tecido conjuntivo irregular e descontínuo abaixo da derme. Esta diferença no tecido subcutâneo predispõe nas mulheres ao aparecimento da celulite.
Plast Reconstr Surg. 1998 Jun;101(7):1934-9. Comment in: Plast Reconstr Surg. 1999 Mar;103(3):1095.
Clinics vol.63 no.4 São Paulo 2008
Especificidade Relacionada ao Gênero




Segundo pesquisadores da Klinik und Poliklinik für Dermatologie und Allergologie, Klinikum der Universität München (Munique, Alemanha), as hipóteses mais aceitas sobre a origem da hidrolipodistrofia ginóide incluem: dimorfismo da arquitetura cutânea específica ao gênero, processos inflamatórios e alterações no tecido conectivo e na vascularização.
J Dtsch Dermatol Ges. 2006 Oct;4(10):861-70.


Avaliação da celulite e fatores que influenciam seu aparecimento
Uma avaliação clínica detalhada e um histórico completo, incluindo os hábitos diários, são necessários para avaliar a celulite e estabelecer a presença dos fatores que possam influenciar o aparecimento da celulite, tais como:
  • Uso de anticoncepcionais hormonais;
  • Estresse;
  • Sedentarismo ou obesidade;
  • Disfunção hormonal;
  • Idade e sexo;
  • Tabagismo ou ingestão excessiva de café e álcool;
  • Alterações da circulação ou alimentação inadequada.
Clinics vol.63 no.4 São Paulo 2008

Dados de uma pesquisa realizada pelo Skin Sciences Institute, University of Cincinnati, EUA, demonstraram que a perda de peso pode melhorar a hidrolipodistrofia ginóide com redução da gordura das coxas. Em uma pequena parcela desse grupo ocorreu a piora do quadro, demonstrando o a complexidade dessa condição e a necessidade de compreender os fatores que influenciam e modulam sua gravidade.
Plast Reconstr Surg. 2006 Aug;118(2):510-6.

Tratamento de Celulite: Ativos com Eficácia Cientificamente Comprovada

Não existe um consenso único também em relação aos ativos cosméticos para o tratamento da celulite. Sendo uma condição muito complexa, compreendendo fatores bioquímicos e biofísicos que afetam sua severidade é possível facilitar o desenvolvimento de terapias efetivas.
Plast Reconstr Surg. 2006 Aug;118(2):510-6.

Segundo os pesquisadores da Klinik und Poliklinik für Dermatologie und Allergologie, Klinikum der Universität München, as opções de manejo mais amplamente discutidas incluem: atenuação dos fatores agravantes, terapias com laser e com aplicações tópicas de agentes ativos como cafeína e retinol. 2
J Dtsch Dermatol Ges. 2006 Oct;4(10):861-70.

Existem alguns ativos cuja eficácia no tratamento da celulite foi cientificamente comprovada:

Cafeína: Agente Lipolítico :

Pesquisadores do Instituto de Dermatologia Rubem Azulay da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, avaliaram a eficácia de um produto composto por 7% de cafeína no tratamento da celulite. Após 1 mês de tratamento, foi demonstrada significativa redução da circunferência das coxas em mais de 80% dos casos e da circunferência do quadril em 67,7%.
J Cosmet Dermatol. 2007 Jun;6(2):102-7.


Retinol: Melhora da Aparência Cutânea e Elasticidade:

Estudo belga da Universidade de Liège conduziu uma pesquisa que avaliou os efeitos da aplicação tópica de retinol no tratamento da celulite. Foram avaliadas 15 mulheres com celulite moderada. Foi demonstrado que o retinol apresenta efeitos, diretos ou indiretos, na modulação da celulite melhorando a aparência da pele e aumentando a elasticidade em 10,7%.
Am J Clin Dermatol. 2000 Nov-Dec;1(6):369-74.



Cafeisilane C®: Siloxanetriol Alginato de Cafeína Reduz os Diâmetros das Células Adiposas :

Um estudo realizado por pesquisadores da Faculdade de Farmácia da Universidade de São Paulo, avaliou os efeitos da cafeína e do seu derivado, Cafeisilane C®, no tecido adiposo de camundongos, por meio de avaliação histológica. Os resultados demonstraram que a emulsão com cafeína a 4% promoveu uma redução no diâmetro das células adiposas em 17%, enquanto com a emulsão com Cafeisilane C® a 6%, a redução foi de 16%. Além disso, o gel de Cafeisilane C® promoveu uma redução de 26% no número de células adiposas.
J Cosmet Dermatol. 2008 Mar;7(1):23-9.


Conclusão:

A celulite é, portanto, um problema complexo e que requer estudo e cuidado. A cada ano novos ativos cosméticos se propõem a melhorar a aparência da pele afetada com relativo sucesso. Cabe ao formulador a análise crítica e o conhecimento das causas primarias e suas conseqüências a fim de poder chegar à melhor e mais eficaz solução.


Site: Professor Maurício Gaspari Pupo

Referências Bibliográficas
1. Giovana Barbosa Milani, A’Dayr Natal Filho, Sílvia Maria Amado João. Correlation between lumbar lordosis angle and degree of gynoid lipodystrophy (cellulite) in asymptomatic women Clinics vol.63 no.4 São Paulo 2008
2.Rosenbaum M, Prieto V, Hellmer J, Boschmann M, Krueger J, Leibel RL, Ship AG. An exploratory investigation of the morphology and biochemistry of cellulite. Plast Reconstr Surg. 1998 Jun;101(7):1934-9. Comment in: Plast Reconstr Surg. 1999 Mar;103(3):1095.
3.Pavicic T, Borelli C, Korting HC. Cellulite – the greatest skin problem in healthy people? J Dtsch Dermatol Ges. 2006 Oct;4(10):861-70.
4.Smalls LK, Hicks M, Passeretti D, Gersin K, Kitzmiller WJ, Bakhsh A, Wickett RR, Whitestone J, Visscher MO. Effect of weight loss on cellulite: gynoid lypodystrophy. Plast Reconstr Surg. 2006 Aug;118(2):510-6.
5.Lupi O, Semenovitch IJ, Treu C, Bottino D, Bouskela E. Evaluation of the effects of caffeine in the microcirculation and edema on thighs and buttocks using the orthogonal polarization spectral imaging and clinical parameters. J Cosmet Dermatol. 2007 Jun;6(2):102-7.
6.Piérard-Franchimont C, Piérard GE, Henry F, Vroome V, Cauwenbergh G. A randomized, placebo-controlled trial of topical retinol in the treatment of cellulite. Am J Clin Dermatol. 2000 Nov-Dec;1(6):369-74.
7. Velasco MV, Tano CT, Machado-Santelli GM, Consiglieri VO, Kaneko TM, Baby AR. Effects of caffeine and siloxanetriol alginate caffeine, as anticellulite agents, on fatty tissue: histological evaluation. J Cosmet Dermatol. 2008 Mar;7(1):23-9.


6 comentários:

  1. celulite não é coisa de Deus!
    Aff

    ResponderExcluir
  2. Ahaha Super concordo !!! Livrai-nos !!


    Bjão

    ResponderExcluir
  3. Ola Luciane,

    adorei o post...
    qual cremes vc indica para celulite e quais tratamentos estéticos?
    Boa semana!
    Obrigada pelas informações!
    Tamara Costa

    ResponderExcluir
  4. Acabando com os Mitos!!! Post muito bom, Parabéns...

    ResponderExcluir
  5. Tamara, o tratamento estético vai depender da avaliação que o profissional fizer do seu quadro de celulite. Se predomina flacidez, ou retenção hídrica, ou excesso de volume dos adipócitos(se vc estiver acima do seu peso)... entre várias outras situações que devem ser avaliadas! Algumas opções: Drenagem Linfática Manual (sempre), Manthus, Radiofrequência, Endermologia, Ultra-Som... só pra citar alguns...

    Cremes : O Cellu-Destock e o Acqua Destok da Vichy, tem alta concentração de cafeína e são excelentes coadjuvantes no tratamento da celulite!

    Existem uma infinidade de cremes com esse objetivo, farei um post com os mais recentes ok?

    Um beijo

    ResponderExcluir